Curso profissionalizante NR 35: Presencial ou EAD?

Através do curso NR 35 online, o trabalhador se torna apto para executar trabalhos acima de 2 metros de altura.

Muitas cidades ao redor do Brasil disponibiliza o curso de maneira presencial. Dessa forma, o aluno tem contato com a turma e com os professores.

Para os lugares em que não há a opção de fazer o curso presencialmente, uma opção é o Ensino à Distância (EAD), que também garante o certificado de conclusão e garante ao aluno a capacitação necessária para o cargo.

Escolher fazer um curso de forma presencial, muitas vezes não depende somente de ter a opção na cidade que mora.

Às vezes, o aluno já trabalha o dia todo e pode ficar mais difícil ir até uma instituição de ensino presencial. É aí que entra os cursos à distâncias.

Porém, mesmo nos dias de hoje, há casos de alunos que não confiam no Ensino à distância e se sentem inseguros.

Mas, será que o curso EAD é confiável? Qual o melhor curso profissionalizante para se fazer?

Confira alguns pontos abaixo sobre os cursos profissionalizantes NR 35 presencial e EAD.

Vantagens e desvantagens do curso profissionalizante NR 35 presencial

Nos dias atuais, a internet trouxe uma enorme facilidade à todos para realizar cursos à distância. Hoje, basta um clique que se consegue acesso à qualquer plataforma de Ensino à Distância.

Contudo, o ensino presencial não mudou, continua com vários benefícios ao estudantes que por sua vez, terão um contato com a turma e com os professores do curso que pode facilitar o ensino real.

Além disso, apesar de no ensino à distância o aluno poder fazer tudo de casa, o estudo pode ser solitário e dar um pouco de desânimo. Mesmo as plataformas de Ensino à distância estando cada vez mais evoluídas e proporcionando trocas de informações e interação com os alunos, não se pode comparar quando se pode estar presente.

Outra vantagem no curso profissionalizante NR 35 presencial é a organização que este método de ensino proporciona. Nos casos de Ensino à distância, a organização depende do aluno e isso, muitas vezes pode ser um pouco difícil, principalmente quando o aluno não tem tempo para isso. No ensino presencial há sempre um colega ou professor para lembrar da matéria a ser estudada e isso facilita.

Mas por outro lado, alguns alunos não se adaptam à horários predeterminados, portanto podem se dar melhor com o Ensino à distância. É questão de “pesos e medidas”, ou seja, saber bem o que é melhor naquele determinado momento.

Em relação às desvantagens, o que não pode faltar na lista é o conforto do estudo em casa. Mesmo estando cansado, o aluno pode estudar do sofá de casa e não perder a oportunidade de se profissionalizar.

O curso presencial por outro lado, tem a infraestrutura equipada e especializada para o curso profissionalizante NR 35 com salas equipadas, recursos tecnológicos e materiais impressos.

Obviamente o principal recurso seja de ensino presencial ou à distância, é a dedicação de cada aluno. O que vai torná-lo em um profissional extremamente capacitado é o foco e tempo que ele dedica a realização do sonho.

Estrutura do curso profissionalizante NR 35 presencial e plataformas EAD

O curso profissionalizante NR 35 conta com uma gama de profissionais formados e capacitados para instruir os alunos quanto ás normas e todo o processo de trabalho em altura.

São profissionais habilitados com formação e proficiência, cumprindo todas as exigências do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Nos cursos presenciais, além de aulas teóricas há também a possibilidade do aluno ir além e participar de evento de campo, ou seja, aulas práticas que ajudam bastante a entender o processo de formação.

Os cursos EAD possuem em sua plataforma todas as informações necessárias, acompanha material e tem a possibilidade de interação. Além disso, dependendo da localidade, há a possibilidade de assistir alguma aula presencial desde que seja agendada e combinada com a instituição.

O curso profissionalizante EAD é confiável?

Se ainda há dúvida sobre qual curso fazer, é importante ressaltar que os cursos EAD são reconhecidos pelo Ministério do Trabalho. No entanto, é preciso estar atento as regras da instituição de ensino que irá se matricular.

Além disso, quando se trata de trabalho de risco, como é o caso do trabalho em altura, a prática é muito importante.

Sendo assim, fazer um curso profissionalizante NR 35 presencial pode ser a chave para garantir uma melhor segurança e tranquilidade no trabalho.

Alguns meios à distância para realizar os cursos são gratuitos e o aluno só paga pela emissão do certificado, isso pode pesar na decisão. Porém quando se trata de segurança no trabalho, o mais adequado é pensar na eficiência e ver qual o melhor curso para que se capacite da maneira correta.

O que deve conter no conteúdo programático de ambos os cursos?

Para que o curso seja de fato eficiente e cumpra com todas as regras de NR 35, é necessário que contenha em seu conteúdo pragmático todas as normas e regulamentos que são aplicadas ao trabalho em altura, ensino sobre Análise de Risco, prevenção e medidas de controle de riscos.

Além disso, deve conter também, todos os equipamentos de segurança necessários para as equipes trabalharem, bem como os equipamentos individuais. Os alunos devem estar cientes de como proceder em situações de emergência e acidentes que podem vir a acontecer em trabalho de risco.

Apesar de todas as vantagens e desvantagens vistas neste artigo, é importante que cada aluno saiba qual o melhor método de ensino aplicável para ele naquela determinada situação.

Muitas vezes o ensino presencial não é possível à realidade do aluno naquele momento. Sendo assim, optar por fazer o curso profissionalizante EAD é sim uma boa opção.

O importante é saber bem as características da instituição escolhida e saber todas as informações que precisa no momento da inscrição. Se ao se inscrever ficar ainda alguma dúvida quanto o processo de ensino e qualificação, o ideal é entra em contato pelo telefone ou chat e sanar essas dúvidas o quanto antes.

Scroll to top