Composteira para todos

A Lu Monte encontrou a última maravilha da tecnologia da compostagem. É o Nature Mill. Uma composteira compacta (custa US$ 300,00) que você pode ter em casa – sim, eles mandam para o Brasil.

NatureMill - composteira automática em casa

NatureMill – composteira automática em casa

Do tamanho certinho para colocar até dentro do gabinete da cozinha, esta engenhoca ajuda a acabar com o lixo, como propõe o Jorge no artigo de sexta-feira.

A engenhoca, movida a energia elétrica, transforma seus restos de comida em adubo – rico em nitrogênio e ótimo para colocar na sua horta, nos vasos.

Com capacidade para 55 kg de lixo orgânico, o Nature Mill adiciona ar, ambiente quentinho e pequenos aditivos (cal e serragem, já inclusos no pacote), mais um filtro para eliminar odores e produz logo ali algo que é valioso: adubo.

Conheci a minha primeira composteira por volta de 1990, na casa de uma amiga que vivia no “meio do mato” (Embu, quilômetro 26 da Raposo Tavares). Ela simplesmente cavou um buraco no quintal, onde despejava todo o lixo orgânico da cozinha e cobria com terra. No final do mês, o lixo tinha virado adubo – ia para os canteiros – e o processo começava novamente.

É um enorme desperdício o que se faz com o lixo orgânico por aqui. Ele vira chorume, metano, exige montanhas de investimento para ser tratado. E poderia virar algo mais bacana: adubo. Antigamente a Prefeitura aqui de S. Paulo tinha uma usina de compostagem – na região da Vila Romana, às margens da Marginal do Tietê. Quem conheceu lembra do mau-cheiro eterno. Informação retirada da tese de doutorado de Luciana Pranzetti Bandeira, defendida na Faculdade de Saúde Pública da USP:

No Brasil, 60% da composição dos resíduos é matéria orgânica passível de reciclagem por meio do processo de compostagem, um método simplificado e sem custos elevados para o seu tratamento sanitariamente adequado. No entanto, as usinas de compostagem são vistas somente como grandes obras de engenharia, capazes de reduzir o volume de resíduos, produzindo um composto de baixa qualidade e vendido a preços irrisórios.

O funcionamento do equipamento é descrito numa imagem:

como funciona - divulgação

como funciona – divulgação

No compartimento de cima, o lixo é misturado, areado e aquecido. Quando se decompõe, cai na bandeja inferior, onde o processo segue em frente. Uma luzinha vermelha avisa quando o composto está pronto lá embaixo.

Adaptado para as voltagens de todo o planeta (funciona de 110 a 240 V), o equipamento pode requerer adaptadores para a tomada (nada grave) e o filtro, de carvão, dura de 4 a 5 anos. Se não quiser comprar o refil da empresa, não tem problema: você mesmo troca o carvão ativado e pronto.

Você pode instalar na cozinha, na garagem, na lavanderia e até no quintal, exposto a chuvas e trovoadas. Eles sugerem uma tomada especial para o último caso, mas cá entre nós: é um equipamento bacana para colocar bem perto de onde a gente separa o lixo…

O consumo de energia, diz o press-release, é de 5kWh/mês. E o resultado é um suprimento constante de adubo da melhor qualidade – para o jardim, a horta, seus vasos. Lançado no começo deste ano, por engenheiros comprometidos com o meio ambiente, o Nature Mill está vendendo muito bem entre os nossos irmãos do norte. Uma ótima idéia muito bem feita. E recomendo, aos leitores que conseguem entender inglês, um longo passeio pelo site dos moços. É um exemplo de boa construção.

Leia este post no blog Ladybug Brasil: Composteira para Todos

7 comentários

Compartilhar!

7 Responses to Composteira para todos

  1. Carol Costa disse:

    Excelente idéia! bem que já podia estar à venda por aqui, né?

  2. Tiago Salmoria disse:

    Gostaria de saber onde que compro a composteira compacta.

    grato.

  3. Luiz Sergio Saraiva Monteiro disse:

    Tenho Urgencia na compra de uma composteira

  4. Elton disse:

    Muito caro…
    Existe no mercado alternativas mais baratas e que dipensam o uso de enrgia eltrica.
    Voces podem aprender como fazer uma o se preferir comprar visitando sites como o minhocasa.com.br e minhobox.com.br

  5. jhessica disse:

    não tem um jeito mas facil de fazer uma composteira em casa

  6. Rose Nunes disse:

    Acabei de ver o site da Naturemill, e tentei ver se mandavam pra cá. Diante do ao aparente, decidi ver se os caros confrades ambientalists brasileiros já sabiam da novidade. Que legal! Não só sabiam como acabei achando este blog. Então: a Minhocasa é bem legal ( conheci o trabalho assim que começou, há dois anos aqui em Brasília).Muito bom, mas achei caro.Se a engenhoca americana cumpre oque promete, vale a pena dar uma olhada. Alguém sabe como comprar aqui?

  7. bete disse:

    Tenhoo minhocasa, agora encomendei a composteira direto do site. ficou 82 dolares o frete. Assim que chegar eu falo como é…bjs bete

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Uma iniciativa

Adicione o banner

Ecoblogs

Adicione o banner do Ecoblogs em seu blog.
Copie o código abaixo:



Flor do Dia - Ecoblogs

Adicione o banner da nossa série em seu blog.
Copie o código abaixo:


Feed RSS

Participantes