Tensão lombar: aprenda a prevenir e tratar

A dor na lombar é um fato da vida. Quase todas as pessoas irão sofrer deste empecilho, mais cedo ou mais tarde. Uma das principais razões de dor nas costas, seja dor profunda ou dor crônica, é a lombalgia.

O que é lombalgia?

tensao-lombar-aprenda-a-prevenir-e-tratar Uma sucessão de músculos e articulações nas costas mantêm a ossatura da coluna vertebral no lugar. Você pode fadigar estes músculos esticando bastante, a ponto de ocasionar pequeninos rasgões no tecido. Os músculos ficam enfraquecidos, por consequência, eles não podem exercer a tarefa de conservar os ossos da coluna vertebral acertadamente no lugar. A coluna encontra-se menos estável, causando dor na coluna. E como os nervos da medula espinhal se prolongam ao longo de todo o corpo, a dor pode se dar em locais diferentes.

O que causa a lombalgia?

Extremo estímulo corporal.
Queda
Curvar ou agachar frequentemente.
Erguer móveis pesados caso você não esteja em forma.
A lombalgia inclusive pode ser ocasionada por estresse emocional, postura inadequada, obesidade, ou por permanecer assentado na mesma posição por muitos períodos de tempo. Até uma tosse severa é capaz de gerar dor lombar.
Leve em conta que a tensão lombar não pode ser responsabilizada em toda a dor lombar. Existem várias outras razões, como hérnia de disco, quebras, nervos estreitos, artrite, contaminações e câncer.

Sintomas da lombalgia

tensao-lombar-aprenda-a-prevenir-e-tratar Dores e rigidez nas costas.
Dor nos quadris e nas pernas, muitas vezes na parte posterior das coxas.
Dor que piora ao inclinar ou esticar o corpo, tossir ou espirrar.
Uma vez que alguns sinais de lombalgia são iguais aos de doenças mais graves, é fundamental que o evento seja observado por um médico.
Para diagnosticar a tensão lombar, o seu médico irá te dar um check-up total. Você ainda pode precisar de raio-X, ressonância magnética e tomografia computadorizada. Esses exames a mais podem ser necessários caso sua dor não desapareça por conta própria ou com tratamento conservador.

Qual é o tratamento para a tensão lombar?

A lombalgia é capaz de ser uma lesão bem doída e deprimente. Mas a bela notícia é que a maior parte desses episódios se cura por conta própria, dado o devido tempo. Para acelerar a cura, você precisa:
Pôr gelo nas costas para diminuir a dor e o inchaço, assim que se lesionar. Fazer isto no decorrer de vinte a trinta minutos a cada 3-4 horas por 2-3 dias. Você inclusive pode colocar gelo nas costas após a prática física.
Aplique calor na lombar – todavia só após 2-3 dias do uso do gelo. Use calor nas suas costas somente a partir do inchaço inicial ter desaparecido. Você pode usar uma bolsa térmica ou, meramente, banhar-se com água quente.
Tome analgésicos ou outros remédios, caso seja aconselhado pelo seu doutor. Os anti-inflamatórios não esteroides vão ajudar com a dor nas costas e a inflamação. Ainda assim, estes remédios podem ter efeitos colaterais. Eles têm que ser utilizados ocasionalmente, a menos que seu médico fale outra coisa. Os analgésicos e os relaxantes musculares prescritos, em algumas ocasiões, são necessários.
Se o seu médico recomendar, faça fisioterapia para elevar a intensidade dos músculos das costas. Não fique na cama ou poltrona o tempo inteiro. Isto irá piorar a lombalgia.
Não interessa o que os indivíduos lhe digam, o repouso na cama não vai dar certo. As pessoas costumavam pensar que o apropriado tratamento para a tensão lombar era deitar de costas até melhorar. Mas estudos mostram que isso não ajuda.

Qual a estimativa para a lombalgia melhorar?

O tempo de restabelecimento depende da gravidade da tensão lombar. Casos leves podem ser resolvidos em alguns dias, todavia é capaz de levar semanas em casos mais graves.

Como prevenir a lombalgia?

Já que a dor nas costas desapareceu, seu médico, possivelmente, irá recomendar que você comece uma rotina de exercícios regulares. Isso vai aumentar a força na musculatura das costas e irá deixar estes músculos mais flexíveis. Isso minimizará as possibilidades de você ter nova lombalgia no porvir. O médico poderá indicar atividades de baixo impacto como nadar ou utilizar uma bicicleta ergométrica.
Não tente retornar ao seu nível anterior de exercitação física até:
Você ser capaz de se mover tranquilamente – sem rigidez – como antes de se lesionar
Você não sentir dor quando se reclinar, torcer, caminhar, correr e saltar.
Caso você comece a exercitar-se antes que sua lombalgia seja tratada, você pode acabar com lombalgia crônica e lesão permanente.

Aqui estão algumas dicas com o intuito de auxiliar na prevenção da dor lombar:

Se você sentir dor lombar no momento da prática física, pare.
Caso você sinta dor nas costas um dia de intensificação do seu treino, espere alguns dias para modificar a ficha.
Exercite e alongue os músculos das costas regularmente.
Evite adormecer de bruços. Durma de costas ou de lado e ponha um travesseiro entre as pernas.
Ao pegar algo pesado, curve os joelhos, não na cintura.
Perca peso se você tiver com quilos a mais.
Adote uma esplêndida postura. Sente-se em cadeiras retas, com as costas contra as costas do assento.

Deixe uma resposta

Scroll to top